Análise: Daciolo é revelação de debate em nome do Senhor


Candidato do Patriota à presidência só não abençoou o copo d’água do telespectador (para a glória de Deus, claro)

O primeiro debate entre os candidatos à presidência da República merece uma menção honrosa. Pode não ter havido um grande vencedor de argumentação, mas sinceramente há um ganhador do nosso novo prêmio de revelação eleitoral desta joça.

O agraciado é, nada mais, nada menos que cabo Daciolo, do Patriota.

Tudo caminhava para que o evento realizado na noite de ontem (9) pela Band terminasse com aquele maravilhoso meme da Renata Vasconcellos no Jornal Nacional: chocho, capenga, manco, anêmico, frágil e inconsistente. Mas então ele apareceu. Em nome do Senhor Jesus.

Para contextualizar, participaram do programa comandado pelo meio perdido Ricardo Boechat: Alvaro Dias (Podemos), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede). 

Além, claro, do digníssimo Ciro Gomes (PDT), que ouviu com um sorriso algumas das bobagens do tal cabo, olhou bem nos fundos dos olhos dele, das câmeras, da gente, e soltou algo bem suave: “A democracia é uma beleza, mas ela tem certos custos”. E riu. E rimos.

Lula (PT), que está preso, não participou. Fernando Haddad, o vice número um (Manuela d’Ávila, do PCdoB é a vice-vice), também não.

Eles perderam regras interessantes: eu pergunto o que eu quero, você responde o que você quer (ainda que não relacionado). Em seguida, eu replico alguma crítica que você ignora na tréplica para continuar no outro tema. Simples.

38848016_501548326925544_2320748487056031744_n
Da esquerda para a direita: Dias, Daciolo, Alckmin, Marina, Boechat, Bolsonaro, Boulos, Meirelles e Gomes. Foto: Divulgação/Band.

Revelação

O catarinente Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos tem 42 anos, foi bombeiro militar e em 2015 foi expulso do PSOL por pedir a alteração de uma frase da Constituição. Sairia de “todo poder emana do povo” para “todo poder emana de Deus”. É deputado federal.

Engravatado e falando mais para a assembleia de um culto do que para possíveis eleitores, cabo Daciolo começou o debate, em nome do Senhor Jesus, chamando todo mundo de representante da velha política. O que já mostrou que ele não é um bom cristão, ora, ora.

Dando a si próprio o título de “o novo da política” (para honra de Deus), o próprio candidato não percebeu que as sagradas escrituras indicam que poucas coisas são mais velhas do que misturar religião com polícia. Jesus foi crucificado por algo do tipo, não?

Só faltou mesmo o presidenciável nos mandar colocar um copo d’água em cima da televisão. Porque em toda frase enfiava um “em nome” ou “para a glória do Senhor Jesus”. Tipo assim: a impunidade tem que acabar, em nome do Senhor; preciso ir ao banheiro, para a glória de Jesus.

E não foi só religião.

Ele disse que há 400 bilhões de sonegadores de impostos em um país com 200 milhões de habitantes. Perguntou a Geraldo Alckmin o que ele tinha contra as urnas eletrônicas e afirmou que o grande problema da sociedade é a falta de amor. Em nome do Senhor Jesus.

Tem mais. O candidato revelou um plano ultrassecreto que busca fundar a Ursal, que é a União das Repúblicas Socialistas da América Latina. Criada por Ciro Gomes feat. toda essa galera de esquerda. Com direito a versão funknejo da Internacional Comunista.

E ainda temos a cereja do bolo (não do Boulos). Ao se despedir, o bombeiro sacou uma Bíblia e leu um versículo qualquer, clamando para que até os ateus se juntassem a ele para louvar a Deus. Em nome do Senhor Jesus e para a glória de usar seu santo nome em vão.

“Eu sou o cabo Daciolo, servo do Deus vivo. Nós vamos transformar a nação brasileira para honra e glória do Senhor Jesus.” Tudo o que o Brasil precisa, neste momento de crise, é de algumas boas risadas. Continuamos nossa busca por um presidente sério. E laico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s