Quem escreve

048Rafael Iglesias dos Santos é jornalista (MTB 83.491/SP) formado pelas Faculdades Integradas Alcântara Machado (Fiam) em 2014 e especialista em Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Metodista  de São Paulo (Umesp, 2017).

Concluiu o curso de graduação com a produção do livro-reportagem Memórias de uma batalha – histórias de quem enfrentou o câncer, defendido diante do doutor Alex Criado (orientador), da doutora Monica Martinez (Fiam e Universidade de Sorocaba) e da mestre Renata Carraro (Faculdades Integradas Rio Branco). 

Na pós-graduação, com orientação do doutor Marcelo Furlin (professor de literatura e coordenador da especialização em Língua Inglesa), produziu o artigo “A hora e a vez: a jornada de um herói na mitologia de Guimarães Rosa“. O trabalho foi avaliado e aprovado, inclusive para publicação, pelo coordenador dos cursos de Letras da Universidade Metodista, doutor Silvio Pereira da Silva.

De julho de 2014 a abril de 2018 atuou como executivo de comunicação da CDN Comunicação. Nesse período, desempenhou as funções de repórter, assessor de imprensa e coordenador assistente do núcleo de conteúdo da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo.

Foi nessa pasta onde começou a carreira, como estagiário, em janeiro de 2013, até ser contratado, antes mesmo de se formar. De lá até aqui a saída da assessoria, publicou quase 800 reportagens assinadas no site da secretaria e acompanhou casos de relevância, como chacinas, manifestações e acidentes aéreos, como o que matou o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em 2014.

No núcleo de conteúdo, desenvolveu um manual de redação para a equipe, criou um setor de mídias digitais para cuidar das redes sociais do cliente ao longo do ano de 2016 e ajudou a desenvolver o esquema de trabalho e o modelo de site que está no ar até hoje. Foi responsável pela produção de boletins estratégicos para o secretário da Segurança e o governador.

Além de tudo isso, Rafael foi coordenador da Pastoral da Comunicação da Paróquia Santo Antônio dos Bancários, que fica na região do Mandaqui, zona norte de São Paulo. Entre as atividades desenvolvidas na chamada PasCom estava um boletim informativo mensal, do qual também foi criador, editor e redator. Faz parte do grupo que implantou a pastoral na igreja em novembro de 2010.

Entre abril de 2010 e junho 2011, trabalhou voluntariamente como monitor de Língua Portuguesa, Redação, História do Brasil e da Comunicação para alunos de 5ª a 8ª série, preparando e executando aulas e atividades, na Escola Estadual Professor Paul Hugon, também no Mandaqui.

No período de fevereiro de 2005 a dezembro de 2007, foi responsável pelo Projeto EduComunicação (EduCom), sendo locutor de Rádio Escolar Comunitária da Escola Municipal Comandante Gastão Moutinho, da qual foi eleito presidente. O projeto tinha por objetivo a integração escola-comunidade.

As opiniões expressas no Reticência Jornalística pertencem ao autor e não representam necessariamente os pontos de vista das empresas e instituições que o contratam ou estejam citadas nesta página.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s